sexta-feira, 14 de março de 2008

Duas metades incestuosas

Há pouco eu estava visitando blogs pra angariar parceiros de links. Sabe como é, é preciso divulgar. Mas não é de divulgação que eu vim falar aqui - publicidade não é a minha área, apesar de estudar Comunicação Social.
Acontece que, em um dos blogs, o post mais recente falava sobre metade de laranja. Não era blog de culinária: "metade de laranja" se refere a "cara-metade", essas coisas, entende? A menina dizia não acreditar nesse papo de metade de laranja, e é sobre isso que vou falar.
Vim falar que eu acredito, sim, na existência de uma outra metade da laranja, até porque já comi uma laranja inteira. Logo, laranjas inteiras existem!
Piadinhas à parte, acreditando ou não em laranjas de atividades lícitas - porque nas ilícitas só não acreditam as bananas - acontece que todo esse papo me fez "viajar".

Voltando às laranjas de romances, acabei concluindo que, ao ter um relacionamento amoroso (ou apenas "ficoso") com a sua outra metade da laranja, você está cometendo um incesto.
Sim, incesto. Ou você não sabe que, na sua sociedade, ter relacionamentos desse tipo com o seu irmão gêmeo é tabú? Isso, se você não vier de alguma tribo indígena pré-colonização.
Pois bem. Visite qualquer laranjeira, e você verá laranjas inteiras nascendo; elas geralmente não nascem partidas ao meio. Portanto, a não ser que você faça parte dessa mínima parcela de laranjas mutantes (x-laranjas, sei lá), é melhor fugir da sua outra metade na balada.
Hm...

Então, de duas, uma. Ou não sou filha única, ou sou uma X-Laranja.

9 comentários:

Will disse...

Não do tipo de acreditar na "tampa da panela"..mas adorei seu humor nesse texto...

X-laranja é foda.

Mas como você disse, uma laranja não nasce pela metade...precisamos sim de uma laranja para formarmos uma larajeira (terrível metáfora)...


Bom...troquemos links?

BJos

Cabraforte disse...

desconfio dessa teoria das laranjas, porque gosto de sala de frutas, e pensando sobre se eu me envolvesse com outra laraja(se eu fosse laranja) eu seria um homosexual, afinal seria ai sim a mesma coisa ou mesmo sexo, por isso prefiro ser um abacaxi e me envolver com uma hortelã( que combina, ou ate mesmo uma laranja, morango e assim por diante.

Vamos trocar links!

bj

Prazer
Fernando Cabral

biazinha disse...

Huahusahaahaha...adorei o mote, e coloquei essa metáfora pq a acho terrível e de mau gosto, aliás todas que se referem ao ser que nos completa são, né?
Tá linkada no meu bloguinho, moça bonita!
Passa lá que tenho um presente pra vc.
Bjuxxx.

^^

biazinha disse...

Tem um presente pra vc lá no meu blog. Passa lá, tá?

Juliana.Campos disse...

Adorei mesmo o seu texto,muito bom!
Não sei se acretido ou não acredito em metades de laranjas, em cara metade ou alma gêmea. Acredito em destino, acho que aparecerá uma pessoinha no meu caminho que me fará muito feliz, pra sempre ou não. E assim muitas metades se formarão e serão cortadas ao meio muitas vezes também e a vida vai seguindoo =)

eh,acho que podemos trocar links (!?)
beiijinhos

Samara disse...

teoria das laranjas supimpa....não tinha pensado nessa posibilidade!!
hahahahha

ms digamos que eu procuro sim minha metade...não precisa ser de laranja..pode ser um morango ou sei lá o que.

Thaís Toda disse...

Boa tarde!

Tudo bom?

Vim aqui propor uma parceria (troca de banner). Caso esteja interessada entre em contato com: fundadora@thaistoda.com.br

Atenciosamente,

Thaís Toda
http://www.thaistoda.com.br

biazinha disse...

Apareça, moça sumida!

Bjuxxx.

^^

Éverton Vidal disse...

É.. Nao me soa bem esse lance de "a outra metade da laranja". Acho que o relacionamento é mais gostoso quando os dois já se sentem completos.

Ninguém vai criar espectativas além do limite normal. Quando alguém quer se completar no outro é foda.

Acho sim, que vc pode encontrar alguém com espírito compatível ao seu, alguém que se encaixe (:P) bem com vc... mas daí as alegorias sao outras rsrs.

Bj.
Inté!

ps: fiquei pensando em levar seu banner pra lá.

eXTReMe Tracker

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP